Volver a la página principal
Voltar à página inicial
URL: http://www.espanhol.org/
O material aqui contido foi extraído do livro:
"Español Simplificado para Brasileños"
do professor Jorge D. Fernandez Martinez.
Todos os direitos reservados. ©1999/2000


Fonética

Professor: Jorge D. Fernandez.


No espanhol falado, as consoantes finais se unem às vogais do início das palavras. Quando a palavra começa com "h" , o mesmo é ignorado.

Ex.: Escreve-se                       Pronuncia-se
Un hombre                                Unombre
Los árboles                               Lossárboles
Mis amigos                                Missamigos

O "c" (la ce), quando acompanhado de "e" ou "i" (ex.: ce, ci), pronuncia-se, só na
Espanha, como o "th"do inglês na palavra "with".

O "ch" (la che) corresponde ao som formado em português pelas letras "tch".

O "g" (la ge), quando acompanhado de "e" ou "i" (ex.: ge, gi), é gutural, parecido com o "r"dobrado do português.

O "h" (la hache), jamais é pronunciado em espanhol.

O "j" (la jota), tem um som aproximado ao do "r" em português, porém menos gutural.

O "ll" (la elle), ao contrário do que pode-se pensar, é considerado uma letra só, da mesma forma que o "ch"( la che). Seu som correspondente em português é "lh"; porém em pouquíssimos lugares é pronunciado desta forma.
Dependendo do país, essa letra pode ter quatro sons diferentes. Ex.: calle (= rua) pronuncia-se "cadje" no México e em alguns países da América Central; na Argentina, Uruguai e regiões limítrofes pronuncia-se "caje" ou "cache"; na Espanha e em alguns países da América Latina pronuncia-se "cáie".

O "ñ" (la eñe) pronuncia-se como "nh" português.

O "q" (la cu) nunca vai seguido de "a" ou "o". Portanto para dizer quadro , quatro, quando, etc, deve-se utilizar o "c" (la ce) . Ex.: cuadro, cuatro, cuando, etc.

O "r" (la erre), é vibrante e não é pronunciado guturalmente. Forma-se por meio da
língua que vibra ao interromper a passagem do ar.

O "s" (la ese), sempre tem o som de dois "s". Por exemplo: paso (pronuncia-se passo).
É por este motivo que jamais se utiliza "ss" no espanhol escrito.

O "v" (la uve ou ve corta) pronuncia-se em espanhol como a letra "b" (la be ou be larga) cujo som corresponde ao "b" português. Ex.: vaso (= copo) pronuncia-se "basso".
Quando esta letra se encontra entre duas vogais o som da mesma deixa de ser explosivo para tornarse muito suave. Pronuncia-se, nesse caso, com os lábios entreabertos.

O "x" (la équis) tem um único som correspondente ao do "x" português da palavra "táxi". Ex.: xílofono (= xilofone) pronuncia-se "csilôfono".

O "y" (la y griega) pronuncia-se, com exceção do som "lh", da mesma forma que a letra "ll" (la elle) com as variações correspondentes aos diferentes países (acima especificados).

O "z" (la zeta), em toda América Latina, pronuncia-se sempre como dois "s" em português.
Na Espanha o som corresponde ao "th"do inglês na palavra "with".

banner



Este site foi projetado e realizado pelo professor
Jorge Daniel Fernandez Martinez ©1999
Todos os direitos reservados. É proibida qualquer reprodução e/ou
utilização pública deste material sem a prévia autorização do autor.